ATENDIMENTO
(41) 3233-7822
ENDEREÇO
Visconde do Rio Branco, 390 – Loja 2

Fissuras

As fissuras lábio palatinas são um desafio à medicina. Estima-se que no Brasil nasça uma em cada 650 crianças com a doença (dados da Organização Mundial da Saúde). A doença é muito mais comum do que se imagina. Quando não reparadas pelo cirurgião plástico, as fissuras acarretam graves problemas, tanto físicos, quanto psicológicos, gerando isolamento social da criança inclusive por parte da família.

A malformação, popularmente conhecida como lábio leporino, resulta do desenvolvimento incompleto do lábio e/ou do palato. Ocorre quando o bebê ainda está em desenvolvimento, no começo da gestação, entre a 4ª e a 10ª semana. Fissuras podem ser identificadas a partir do terceiro mês por meio do exame com ultrassom. Acredita-se que a principal causa da fissura seja multifatorial. Uso de álcool e tabaco durante a gravidez, exposição à radiação também estão entre os fatores de risco.

Tratamento


A maioria das fendas pode ser reparada com cerca de três a cinco cirurgias, dependendo da fissura, para melhorar a capacidade da criança de comer, falar, ouvir e respirar. O tratamento completo envolve o cirurgião plástico, o geneticista, o fonoaudiólogo, o otorrinolaringologista, o ortodontista, o psicólogo e o assistente social, entre outros profissionais de saúde. Tem duração de longo prazo e somente a atuação conjunta dessa equipe promoverá a reabilitação completa do paciente.

Saiba como o Dr. Marco Aurélio Lopes Gamborgi pode lhe ajudar - agende uma consulta! Fone​ (41) 3233-7822.

Nossos parceiros
ENDEREÇO
Visconde do Rio Branco, 390 – Loja 2
Telephone: +1 800 123 1234
E-mail: mail@demosite.com