ATENDIMENTO
(41) 3233-7822
ENDEREÇO
Visconde do Rio Branco, 390 – Loja 2

Depoimentos

Juliana e Sérgio Luiz Henriques  


 

A pequena Renata... para servir de exemplo!

A pequena Renata é mais uma entre as várias pacientes atendidas pelo cirurgião Marco Aurélio Gamborgi. Seus pais, a administradora hospitalar Juliana Aplevicz Henriques e o empresário Sérgio Luis Pereira Henriques, relembram que a descoberta da doença na filha, ainda na gestação, trouxe uma série de interrogações e incertezas. "Ser mãe de uma criança que irá nascer diferente das demais" fazia com que Juliana sentisse uma necessidade constante de contar aos familiares e amigos que a pequena Renata não seria igual aos demais recém-nascidos.

Ao mesmo tempo, Sérgio e Juliana procuravam por alguém que trouxesse uma solução para o caso da filha. E encontraram. Renata já passou por três cirurgias com o Dr. Marco Aurélio, tem acompanhamento multiprofissional. Leva qualidade de vida perfeita, sem intercorrências. Tudo isso documentado em fotos por Juliana. 

Roberto, Kátia e Gabriel Luchtenberg


 

O que a natureza não concluiu

“Este é o Gabriel, com dois anos e um mês de idade. Nessa imagem vemos com que perfeição suas mãos são capazes de reparar o que a natureza, por algum motivo, não concluiu. Por isso, somos muito gratos pelo seu trabalho. Que o Sr. possa, por muitos anos, proporcionar a outras famílias a alegria e a esperança que nós sentimos depois que o Gabriel passou por suas mãos”.

Andréa, Roger e Vincent

 

Participações especiais

“Obrigado por todas as suas ‘participações especiais’ ao longo desses curtos cinco anos;  em alguns dos mais importantes ‘capítulos iniciais’ da história de vida do Vincent! E, em pensar que tantos outros também lhe serão tão gratos assim, hein?! Que ‘Ele’ nos conceda a sorte e a honra de nossos caminhos continuarem a se cruzar. Obrigado por tudo!”

Equipe do Centrinho de Joinville (Cristiana, mãe do Eduardo; Fanciele, mãe do João Vitor; Moacir, pai do Diego; Juliana, mãe da Melany; Elenice, mãe do Carlos; Evandro, pai do Leandro; Ilvani, mãe da Melissa; Salete, mãe da Karolayne)

Um mundo melhor

“A nossa vida se faz através dos momentos difíceis ou felizes que vivemos. Assim como através das pessoas com as quais os compartilhamos. Pessoas que nos ajudam, que nos orientam, que buscam algo que está além do nosso alcance. É bom saber que existem pessoas que fazem do mundo um lugar melhor. O nosso muito obrigado”.

Alessandra de Oliveira 


 

Em forma de poesia

“Procurei, por meio desta poesia, achar um jeito especial de lhe desejar o meu muito obrigado pelo seu trabalho e dedicação e carinho: ‘A vida é o maior presente que recebemos... que se faz rosa quando é aberta; que se faz caminho quando é encontrada; que se faz dia, quando é iluminada; que se faz trevas, quando é difícil. Portanto, sempre ajudais as pessoas que necessitam de tua ajuda, pois apenas com um gesto ou palavra pode lhes devolver a vida que estava quase ou perdida’”.

Edemilson e Sabrina Bretzke, pais do pequeno Heitor (sete anos), portador de Fissura lábio palatina Unilateral e palato total.

Um anjo que caiu em nossas vidas!

"Tivemos um choque quando soubemos que o Heitor tinha fissura, pois durante a gravidez o médico nunca havia mencionado qualquer alteração. O dia do parto foi terrível, porque nunca tinhamos visto um bebê assim. Achamos que ele não sobreviveria, que talvez não estivesse mais conosco. Durante horas permanecemos sem chão até que recebemos a visita da Afisvale e Niaf, entidades de Blumenau que prestam suporte aos pacientes e seus familiares. As suas explicações de como seria o tratamento nos abriu uma luz no fim do túnel, deu outro ritmo a nossa história. O início do tratamento deu-se em Joinville, depois o Heitor ainda foi para outros centros, entre eles a Clínica Itaguaçu e Hospital Pequeno Príncipe, ambos em Curitiba.
Pouco tempo depois conhecemos o Dr. Marco Aurélio Gamborgi. Foi durante a festa anual dos pacientes, em Blumenau. Ficamos impressionados com os resultados obtidos pelos pacientes operados por ele. Decidimos, a partir dali, que ele tinha que ser o médico do Heitor. Marcamos consulta em Curitiba e este passo foi o mais importante que demos em nossas vidas, porque tê-lo conhecido compensou o nosso esforço, correria, sofrimentos. Hoje, após longo tratamento, o Heitor tem uma vida linda, cheia de amigos e posssui auto-estima elevada. Lida muito bem com a doença, a explica para quem quer saber detalhes. O seu exemplo nos fazer refletir sobre várias coisas, em especial ao preconceito. Os pais devem ter em mente se algo afeta negativamente o psicólogico do paciente, isto acontece de dentro de casa. Sabendo lidar com isto, seguindo rigorosamente cada passo do tratamento, com pessoas experientes, tudo transcorrerá da forma mais positiva..."

Fábio e Vanessa, pais do Vinícius.

 

Um sorriso e um céu da boca inteirinhos para ele

Era o dia 15 de março de 2012 e, tenham a certeza, vivenciamos um dos dias mais tristes das nossas vidas. Grávida de cinco meses, descobrimos por meio de ultrassom morfológico, que o nosso Vinícius em breve nasceria com fissura lábio palatina. Nos questionamos: nasceria com um... defeito na face? Diferente? O quanto sofreria? Um buraco se abriu no chão e eu caí. Desilusão, desorientação, desespero. Um tristeza intensa e inesperada. Um sentimento que não se transmite com palavras, mas que já foi vivenciado por muitas famílias. Eu e o papai Fábio naquela noite dormimos de mãos dadas e encontramos um no outro, em nós três - e também na nossa família - a força para nos reerguer. Mal eu sabia, por outro lado, que justo naquele dia, a descoberta tão impactante seria um dos maiores presentes da minha vida. Uma experiência transformadora, que traria ainda mais sentido à minha existência. Hoje encontro mamães que estão sentindo essa mesma tristeza. Elas "estão" como eu estava há aproximadamente 4 anos atrás. E a minha vontade é tirar esse sentimento de dentro delas com as minhas mãos. Mas sei que a tristeza é genuína e só a força que já está lá dentro e o tempo vai ajudá-las a fazer dessa tristeza "uma história para contar". Como eu estou fazendo agora. Lógico que se pudesse ter escolhido, preferiria que meu filho não nascesse com Fissura, que não passasse por cirurgias, nem por um tratamento tão longo e complexo. Mas olhando para trás, não consigo imaginar uma história diferente para nossas vidas. E se realmente pudesse ter escolhido, escolheria mil vezes o Vinícius. Exatamente do jeito que ele é! Ele deu início ao tratamento aos 19 dias de vida no Centrinho Prefeito Luiz Gomes (Joinville). Para nossa felicidade, o Dr. Marco Aurélio, um dos cirurgiões mais renomados e competentes do nosso país, faz parte da equipe multidisciplinar que atende nosso filho. Foi sorte. Foi destino... Foi pelas mãos do Dr. Marco Aurélio que nosso Vinícius ganhou um sorriso e um céu (da boca) inteirinho só pra ele. Vinícius pra mim é a criança mais especial do mundo, o mais lindo, com o sorriso mais encantador... mas para o mundo ele é especial como qualquer criança (viva!): É um menino forte, perfeito, sem sequelas, sem diferenças. E terá um futuro cheio de possibilidades. O tratamento deve seguir até que o Vinícius complete aproximadamente seus 18 anos. Então seguimos... Confiantes e apaixonados..."

Nossos Parceiros
ENDEREÇO
DR. MARCO AURÉLIO GAMBORGI
Visconde do Rio Branco, 390 – Loja 2
CEP 80.410-000
Curitiba_PR - Brasil
Fone: +55-41- 3233-7822
E-mail: contato@marcoaureliogamborgi.com.br